sexta-feira, 23 de julho de 2010

em SINTONIA

Um Anjo em nós.
Anjo© do Equilíbrio para Julho

Segure um ponto de estabilidade e moderação.
Encontre um ponto de equilíbrio e uma coexistência pacífica em meio à mudança.

O Anjo do Equilíbrio pode parecer seco e desinteressante como o foco deste mês. Mas, mais uma vez, pode ser a freqüência homeopática necessária para nossas consciências individual e coletiva trazerem a liberação para nossa alma.
O clima no mundo está cada vez mais em turbilhão. Existe pouco ou nenhum tempo/espaço entre eventos e parece haver mais e mais necessidade para duplicar ou triplicar nossas tarefas. Estar fora de equilíbrio se mostra no cansaço, na irritação, na complacência e diminui nossa capacidade de estar presente e registrar a continuidade dos ciclos de vida mais longos.
(Neste mês temos também o Equinócio, quando a luz e a escuridão encontram o ponto de perfeito equilíbrio.)
Quando um ponto de equilíbrio é alcançado, encontra-se a liberdade; um desprendimento de tempo e espaço e a absorção pelo momento presente. Um espaço luminoso se abre entre o que não é mais e o que ainda não chegou a ser. Você perde a necessidade de usar seus relacionamentos e ambientes como um campo de batalha entre os pares opostos.
O segredo é conservar nossa visão interior resoluta e firmar-nos com calma, segurança e conservar estabilidade para ciclos maiores e não ser pego em turbilhões menores.
Pare de tentar controlar a vida, os outros, os eventos, os animais de estimação e outras coisas que tomam sua atenção e focalize em harmonias graciosas, transições suaves e pontos de coexistência pacíficos.

Que o Anjo do equilíbrio abra espaços luminosos em sua vida.
Afetuosamente,
Kathy e Joy
©2006 InnerLinks
Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks
http://www.innerlinks.com.br/
Abraços
Olga Cristina Amato Balian
TAYGETA EDITORA & CONSULTORES
INTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL
Tel: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Do que precisamos?


Nascemos com tudo o que é preciso para viver

Olhe que absurdo as pessoas me perguntam: como amar, como dançar, como meditar? Como viver? Perguntas absurdas... mas elas mostram a pobreza, a pobreza interior do ser humano.
Ele tem adiado tudo e, pouco a pouco, se esquecido.
Toda criança sabe amar, e toda criança sabe dançar, e toda criança sabe viver. Toda criança vem ao mundo completa, com tudo preparado. Ela só precisa começar a viver.

Você já reparou? Se você está chorando e uma criança pequena vê, ela se aproxima de você. Não sabe dizer muita coisa, não sabe convencer você a parar de chorar, mas ela põe a mão sobre a sua. Já sentiu o toque? Nunca ninguém mais o tocará do mesmo jeito, como uma criança — ela sabe tocar.
Posteriormente, as pessoas ficam frias, duras. Elas tocam, mas nada flui das mãos delas. Quando a criança toca você — a ternura da mão dela, a suavidade, a mensagem... ela derrama ali todo o seu ser.
Todas as pessoas nasceram com tudo o que é preciso para viver. E quanto mais você vive mais é capaz de viver. Essa é a recompensa. Quanto menos vive, menos capaz você é. Esse é o castigo.

Osho, em "Saúde Emocional: Transforme o Medo, a Raiva e o Ciúme em Energia Criativa"
Imagem por
Swaity
www.palavrasdeosho.com
Enviado via e-mail por Liliane Moitinho.