sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

em SINTONIA

Um Anjo dentro de nós





Anjo da Alegria para Janeiro

Se vocês trabalharam com o Anjo da Síntese durante o mês de Dezembro, reservem alguns momentos para se despedir dele e liberá-lo de sua função com a sua gratidão, antes de darem as boas-vindas ao Anjo da Alegria e convidá-lo a entrar em sua vida em janeiro.
Mensagem Inspiracional

Aborde a vida com uma atitude leve e com uma mente despreocupada. Deixe que a alegria eleve seu espírito e preencha cada momento.

Há uma presença que existe no mais profundo e cada um de nós – que nos conecta a tudo aquilo que somos e a tudo aquilo que é. Somos seres holográficos logo podemos adentrar o todo a partir de qualquer ponto. A alegria é uma manifestação essencial dessa presença e está sempre disponível.

A alegria nasce naturalmente de um profundo senso de pertencer, enquanto que o sofrimento vem do desejo de ser. Nestes tempos estressantes, o ser parece indefinido e além do nosso alcance. Sob o peso da culpa, da vergonha ou de uma visão negativa, hesitamos em permitir-nos a nós mesmos experimentar a alegria.

Uma mente despreocupada não se deixa prender na rede da busca pelo prazer e do bloqueio da dor, assim está livre de racionalizações e de pré concepções sobre aquilo que deveria acontecer. Não mais ficamos distraídos por idéias de “e se...”, mas estamos abertos para a experiência daquilo que é. A alegria não é um resultado, é uma fonte e nos somos os feiticeiros.

Acomodo-se e sinta-se em casa dentro de si mesmo, seja dono dos seus desejos e sinta-se curioso quanto à vida. Abra mão do esforço e do tempo como medidas de movimento. A realidade é uma emanação contínua da experiência de desdobramento da alma, aterrada na alegria.

Que seu mês seja repleto de momentos de alegria.

Bênçãos
Kathy
©2008 InnerLinks Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks
http://www.taygeta.com.br/

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Mereça um Ano Novo



Receita de Ano Novo
Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.