sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

em SINTONIA



Um anjo dentro de nós.

Anjo© da Síntese

Se você trabalhou com o Anjo do Discernimento durante o mês de novembro, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao Anjo da Síntese à sua vida para o mês de dezembro.

Mensagem de Inspiração

Tenha uma atitude de vencedor. Utilize sua criatividade e sensibilidade para combinar todas as partes diferentes num todo unificado.

Nós interagimos com o mundo de várias maneiras; como companheiro, membro da família, criança, pai, amigo dos animais, vizinho, cliente e membro da comunidade, tanto cultural quanto nacionalmente, isto para citar alguns papéis. Quem é aquele que está por trás das várias faces - quem é a real face interna ?

O mundo no qual vivemos nem sempre parece apoiar a experiência de vida essencial e isto cria pressões. Para proteger nossa expressão intrínseca, construímos defesas. A tensão é sentida como um sofrimento que fecha nossos corações, contrai nosso espírito e limita nossa criatividade.

Um estado de síntese é uma presença total. Não há vãos; nenhum espaço que seja preenchido por conceitos errôneos sobre quem nós mesmos (ou os outros) pensamos ser. É a partir dessa presença que conseguimos alcançar nossas várias expressões. Combinar todas as partes diferentes é um retorno ao todo unificado que existia antes da percepção da separação.

Esperamos que os Anjos continuem a inspirar sua vida.
Que sua face interna sempre brilhe ao passar por todas as experiências
Calorosamente,
Kathy
©1981 - 2009 InnerLinks Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks


Um grande abraço
Olga Cristina Amato Balian

TAYGETA EDITORA & CONSULTORESINTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL

Tel: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252

Sites: www.taygeta.com.br ou www.fcpconsultores.com.br

domingo, 15 de novembro de 2009

ABRE aspas

O DOM DA COMPAIXÃO
Por Henri Nouwen.
Padre, professor, psicólogo e escritor.
Faleceu em 1996.


Ter compaixão é algo mais do que ter dó. Ter dó sugere distância e até uma certa condescendência. Com freqüência, eu atuo por dó. Dou algum dinheiro de esmola a algum pedinte numa avenida, mas não olho para ele – olhos nos olhos; não me sento ao seu lado nem falo com ele. Estou demasiado ocupado pra prestar realmente atenção à pessoa que me estende a mão. O meu dinheiro substitui a minha atenção pessoal e representa uma desculpa para continuar o meu caminho.

Ter compaixão significa aproximar-se de quem sofre. Mas só podemos nos aproximar de uma pessoa quando estamos dispostos a nos tornar vulneráveis. Uma pessoa compassiva diz: “Eu sou seu irmão; eu sou sua irmã; eu sou humano, frágil e mortal; precisamente como você. Não me escandalizo com as lágrimas nem tenho medo da sua dor. Também eu já chorei.” Só podemos estar com o outro quando o outro deixa de ser “outro” para se tornar como nós.

Esta talvez seja a principal razão porque, por vezes, achamos mais fácil ter dó do que compaixão. A pessoa que sofre apela para que nós nos tornemos conscientes do nosso próprio sofrimento. Como posso reagir à solidão de alguém se eu não estiver em contato com a minha própria experiência de solidão? Como posso estar perto de pessoas deficientes se recuso reconhecer as minhas próprias deficiências? Como posso estar com os pobres se não estou disposto a confessar a minha própria pobreza? Quando reflito sobre a minha própria vida, compreendo que os momentos de maior conforto e consolação foram os momentos em que alguém disse: “Eu não posso tirar de você o sofrimento, não posso oferecer uma solução ao seu problema, mas posso prometer que não deixarei você sozinho e estarei ao seu lado tanto tempo e tão bem quanto me for possível”.

Há muita angústia e sofrimento na nossa vida, mas que bênção quando não temos que viver a nossa angústia e sofrimento sozinhos! Esse é o dom da compaixão.

Extraído do informativo “Cáritas”, Quinta Dor Hospital, nº 13, novembro 2009.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

em SINTONIA





"Um ANJO em nós."

Anjo© do Discernimento para Novembro.

Se você trabalhou com o Anjo da Confiança durante o mês de outubro, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao Anjo do Discernimento à sua vida para o mês de novembro.

Mensagem Inspiracional
Utilize sua visão aguçada para fazer distinções claras e escolhas sábias.
Siga adiante com confiança em sua bússola interna.

Discernimento é o reconhecimento do impulso da alma em nossas vidas. Fortalece nossa habilidade intuitiva de agir com uma consciência do poder que está escondido no momento presente. O discernimento exige que façamos, a intervalos regulares, um inventário pessoal dos nossos valores, crenças, ações passadas, esperanças presentes e sonhos futuros.

Vivemos nossas vidas com base naquilo em que acreditamos. Nossas ações são precedidas por nossas crenças. O reflexo da nossa consciência volta para nós. Aquilo que procuramos, encontraremos. Então, a questão é: “de onde vem nossas crenças?”. Eu diria que a resposta mais forte é “daquilo que os outros nos disseram”. Temos muitos poucos pensamentos originais que encerram as nossas crenças. Como indivíduos, somos definidos por deduções que se formaram por gerações.

Mas, e se formos mais do que isso? E se formos seres poderosos a ponto de acordar de uma longa noite de sonhos? E se estivermos no ponto de inversão da iluminação, á beira da descoberta do profundo conhecimento de nossa origem e, com ela, a capacidade de trazer a paz global? Como seria sentir nossa conexão com o todo e escolher nossas ações com base nessa realidade? Quão diferente você seria hoje? Como esta constatação influenciaria suas ações?

Nossas oportunidades e nossos desafios coletivos são os de entregar à ilusão que nos mantêm em casulos de deduções e limitações e, como a lagarta, dissolvermos nossos seres imaginais e redefinirmos o mundo visualizando um futuro que recebe a borboleta de braços abertos.
Esperamos que o Anjo do Discernimento ilumine sua vida este mês.
Que seu coração e sua mente discirnam e abracem a presença da sua alma.
Calorosamente
Kathy
©2008 InnerLinks Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks.
Please link to our site http://www.taygeta.com.br/

Um ótimo Mês. Abs
Olga Cristina Amato Balian
TAYGETA EDITORA & CONSULTORESINTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL
Tel.: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

em SINTONIA




Um potencial em nós.

Se você trabalhou com o Anjo da LUZ durante o mês de setembro, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao Anjo da CONFIANÇA à sua vida para o mês de outubro.


Mensagem de Inspiração

Aja a partir de um ponto de sabedoria dentro de você mesma, ao invés de agir por adaptação a uma experiência externa. Livre-se de seus pré-conceitos e de sua necessidade de controlar o processo criativo da vida.


Não importa qual o caminho espiritual em que você se encontre, um senso de paz total se resume apenas numa questão: Você consegue abrir mão da necessidade de controlar sua vida e confiar na existência de forças benevolentes que guiam tudo o que já aconteceu, acontece e acontecerá

Esta confiança básica é o modo como a alma se sintoniza com a lei fundamental da realidade. Há um ritmo profundo que se move através de toda a vida e que não pode ser controlado por nossa vontade. Quando a confiança informa nossa experiência, ela permite que nossa psique relaxe e que nossa alma fique em paz com nossa situação. Podemos descansar numa irrefutável confiança de que o universo provê; de que temos e receberemos aquilo de que realmente necessitamos, e de que a vida é administrável. Na verdade, freqüentemente ultrapassa de longe aquilo que somos capazes de imaginar.

Quando temos muita confiança básica, somos corajosos e assumimos riscos. Não suprimimos nossas competências. Mergulhamos na vida de cabeça, fazendo aquilo que parece ser apropriado, com a confiança de que dará certo.

Sem confiança básica, temos tendência a reagir àquilo que acontece com nosso condicionamento, querendo que nosso processo siga um caminho ou outro. Nós nos apegamos a suposições e resultados predeterminados. Tornamo-nos tensos e contraídos e fazemos o possível para manipular as circunstâncias para que se encaixem em nossos desejos.

Aqui vai uma sugestão para mudar a resposta interna automática a sinais externos. Quando um sinal de trânsito se torna amarelo e há uma distância segura para parar antes dele se tornar vermelho, o que você tende a fazer? Você acelera para conseguir passar? Se a resposta é sim, esta é uma metáfora para o que acontece dentro de você quando sua luz amarela da preocupação se acende – você acelera, tenta com mais afinco, move-se mais depressa, faz mais, todas essas reações sendo respostas de stress advindas do seu condicionamento. Confiança é a habilidade de parar e esperar que a luz verde sinalize a hora de seguir a diante novamente.

Para o mês de outubro, por que não exercitar os freios quando as luzes estiverem amarelas e tirar um momento para pausar, e respirar na confiança e no ritmo mais profundo da vida, enquanto espera que a luz verde novamente sinalize a hora de seguir?

Aumentar nossa confiança e aprofundar nosso relaxamento interno traz a possibilidade de vivermos nossas vidas com amor, apreciação e prazer naquilo que o universo nos dá, com compaixão e bondade naturais pelos outros e por nós mesmos.
O Anjo da Confiança traz a oportunidade de se aprofundar no ritmo da vida, de aumentar sua intuição e de se alinhar com a respiração universal. Então, é isso – confie ou se preocupe – a escolha é sua.

Calorosamente
Kathy
www.innerlinks.com
©2008 InnerLinks
Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks
Taygeta Editora e Consultoria
www.taygeta.com.br

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Idade pra que te quero?

Todos os dias eles merecem nossa atenção e carinho. Eles não fazem simplesmente parte de nossa vida. Eles são a base dela.
Pois no domingo, 27/09, foi comemorado o Dia do Idoso.
Será que lembramos e comemoramos? Bem, ainda está em tempo. Aliás todo dia será tempo de recolher com eles as nossas histórias, de colorir nosso álbum de lembranças, de reconhecer e valorizar nossas origens.

Li, na Revista O Globo, no domingo da comemoração, por Mauro Ventura, uma entrevista maravilhosa com Cleonice Berardinelli e reproduzo aqui alguns trechos da apresentação.

Cleonice Berardinelli, que completou 65 anos de magistério, "Dona Cleo, ou Divina Cleo, como é chamada por colegas e alunos, é a maior especialista em literatura portuguesa no país. Aos 93 anos, dona de uma memória prodigiosa e uma vitalidade invejável, inspiradora de crônicas de Manuel Bandeira e Drumond, autora de obras sobre Camões e Pessoa, é favorita absoluta para a cadeira número oito da ABL... A paixão pela literatura portuguesa veio com o professor Fidelino de Figueiredo... Já orientou bem mais de cem dissertações e teses - agora mesmo são quatro na PUC e uma na UFRJ. Foi eleita a personalidade cultural de 2009 pela União Brasileira de Escritores. Em novembro, dará curso na Casa do Saber."

Precisa dizer mais alguma coisa?

Você pode conhecer algumas dicas de como envelhecer com qualidade de vida. Acesse aqui www.usuphruto.blogspot.com , postagem de hoje, 1/10.

Uma carinhosa homenagem, na reflexão do texto abaixo, aos que continuam sendo nossos exemplos vivos e aos que decidiram deixar suas histórias entre nós.

GOSTO DE VOCÊ E VOCÊ GOSTA DE ALGUÉM?
Gosto de você!
Gosto de gente com a cabeça no lugar,
de conteúdo interno,
idealismo nos olhos e
dois pés no chão da realidade.
Gosto de gente que ri, chora,
se emociona com uma simples carta,
uma canção, um bom filme,
um bom livro, um gesto de carinho, um abraço, um afago.
Gente que ama e curte a saudade.
Gosta de poucos amigos, cultiva flores,
ama os animais,
admira paisagens, o sol e sabe escutar.
Gente que tem tempo para sorrir bondade,
semear amor, repartir ternuras,
compartilhar vivências e
dar espaço para as emoções dentro de si,
emoções que fluem
naturalmente dentro do seu ser!
Gente que gosta de fazer as coisas que
gosta,
sem fugir de compromissos,
difíceis e inadiáveis,
por mais desgastantes que sejam.
Gente que planta,
orienta, se entende, aconselha, busca a
verdade e, às vezes, colhe.
Quer sempre aprender, mesmo que seja de
uma criança, de um pobre, de um analfabeto.
Gente de coração desarmado,
sem preconceitos baratos.
Com muito AMOR dentro de si.
Gente que erra e reconhece,
cai e se levanta, apanha e assimila os
golpes,
tirando lições dos erros e
fazendo redentores, lágrimas e
sofrimentos.
Gosto muito de gente assim...
E desconfio que é desse tipo de gente
Que Deus também gosta!!!
Por Suzi Soares da Cunha, em 29/09/1999.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

pequenas doses

Amor é Autodisciplina

O amor é maravilhoso. O amor é o que há de mais esplendoroso. Na tela do cinema, é claro! Na vida real, ele é cheio de disciplina, de comportamento ordenado, de vida correta, de autodisciplina. Neste sentido, a caridade começa em casa, mas não termina lá.
Extraido de Revealing the Personality, p.111, capítulo "Discipline" -Rev. Chariji
Sunday, August 23, 2009

Love is Self-Discipline
Love is wonderful. Love is a many-splendoured thing. Yes, of course, on the screen! In real life, it is full of discipline, of orderly behaviour, of correct living, of self-discipline. In this sense, charity begins at home, but it does not end there.
Taken from Revealing the Personality, p.111, chapter "Discipline" -Rev. Chariji


Pequena/grande reflexão enviada por Liliane Moitinho.
Liliane cuida da nossa alimentação ao mesmo tempo que nos ensina a cuidar da nossa alma.
Ela é uma nutricionista em conexão com a Medicina Chinesa e a Acupuntura.
Contato: 21 9124 6184

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

em SINTONIA





"Um Anjo que está em nós"



Anjo© da Luz para Setembro

Se você trabalhou com o Anjo da durante o mês de agosto, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao Anjo da LUZ à sua vida para o mês de setembro.


Mensagem de Inspiração
Deixe que sua natureza espiritual ilumine e faça brilhar cada dia. Preste atenção! Passar por cima dos detalhes pode criar áreas cinza e estagnadas.

Estamos em tempos de grandes transformações. A luz que agora se despeja sobre nós acelera a necessidade de reforçarmos nossa imunidade espiritual e de nos tornarmos uma força de mudança positiva para auxiliar na cura de todo nosso corpo planetário. Cada um de nós está sendo chamado a dar um passo na direção da auto-responsabilidade e para imbuir os campos de energia pré-existentes com nossa luz espiritual, a fim de criar novas configurações.
A luz não é ausência de escuridão, é a essência fluida e dinâmica da vida. Ser um trabalhador da luz é uma tarefa para aqueles que se comprometem não uma ocupação de conveniência. É hora de nos separarmos das muitas ilusões que desenvolvemos sobre nós mesmos e sobre o mundo em geral.

Quanto mais trouxer de volta as partes de si mesmo que se separaram do todo - seja qual for o motivo pelo qual isto aconteceu – e quanto mais aceitá-las de volta, tanto mais vibrante se tornará seu corpo de luz. Os próprios pensamentos que está tendo neste momento dão forma ao seu futuro. Isto se aplica a cada momento e a todos os momentos que se seguem.
Aqui estão duas sugestões para reforçar sua luz este mês. Nenhuma das duas é especialmente fácil de seguir e ambas requerem autodesenvolvimento e disposição para aprender.
Primeiro, não faça fofocas. Isto diminui a luz dentro de você e dentro dos outros, à medida que você passa à história a diante. É hora de experimentarmos nosso poder pessoal e nossa consciência, sem diminuirmos os outros, mas sim através do reconhecimento da contribuição única de cada indivíduo. Assim, a escolha é depreciar ou apreciar através de nossas palavras, interna e externamente.

Segundo, siga seus gatilhos emocionais até suas raízes. Isto pode ser feito abstendo-se de expressar os sentimentos quando estes despontam, mas segurando-os e explorando sua dinâmica mais profunda. Isto é diferente de suprimir as emoções. Pode ser necessária alguma prática antes que consigamos discernir esta diferença. Expressar os sentimentos, faz com que eles sejam descarregados, limita nosso entendimento e detém o processo de transformação do gatilho em questão. Esta prática nos faz amadurecer internamente evitando que fiquemos enroscados e perdidos num sofrimento repetitivo.

O Anjo da Luz traz, este mês, a oportunidade de elevar-se, aumentar sua freqüência e aprender um novo modo de se apresentar no mundo. Dê novas instruções ao seu ego, ouça sua alma e deixe sua luz brilhar.

Calorosamente
Kathy
www.innerlinks.com
©2008 InnerLinks
Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks
www.innerlinks.com

Um mês repleto de Luz
Olga Cristina Amato Balian

Sites: www.taygeta.com.br ou www.fcpconsultores.com.br


sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O futuro é AGORA.

BrInCar com o tempo, ou bRIncaR no tempo?


Pra quem gosta de astrologia, conviver com Saturno - o Senhor do Tempo - é uma das grandes, belas e difíceis experiências revelada na mandala astrológica. Esse planeta, o tal Saturno, o mais lento de todos, recebeu primeiro dos gregos o nome de um deus idoso que tinha movimentos vagarosos. Ele foi o pai de todos os deuses do universo. A sua trajetória, translação em volta do Sol, leva 10.759 dias ou seja, 29 anos e meio, quase 30 anos.

Na astrologia, muitas vezes dizemos que nascemos verdadeiramente quando completamos 29/30 anos.

Por que buscarmos Saturno pra falar do futuro? Um dos motivos é pra que nos conscientizemos do Senhor do Tempo. Da sabedoria que ele nos impinge. A minha avó (pessoas mais velhas estão relacionadas a esse deus), bem sábia, já dizia que "o tempo é o melhor aliado" ou então "deixa que o tempo vai fazê-lo(a) mudar"...

Dar tempo ao tempo! Santa paciência!!!

Olhando para Saturno, através da nossa mandala astrológica, encontramos a maneira como podemos ou devemos amadurecer, conhecemos as lições a aprender, identificamos uma profissão, bem como revelamos uma luz que nos direcione a obter reconhecimento fazendo algo para a sociedade, algo que fique como marca pessoal, além de outras descobertas.

Então, vamos lá: o foco é o HOJE. O viver é o AGORA. O estar é no PRESENTE. O resultado é o FUTURO. A sabedoria, claro, é conseguir planejar o AMANHÃ, com equilíbrio, sem stress.

Acertar o relógio biológico. Acertar os ponteiros. Acertar as horas do dia-a-dia. Acertar o compasso para usufruir da maior riqueza: o tempo.

A primavera está chegando. Momento de despertar.

É o que desejo a todos nós.
Com super carinho.
Clarisse Maria


Em tempo! E você já sabe onde Saturno está na sua mandala astrológica?

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

em SINTONIA

"Um anjo que está em nós."

Anjo© da para Agosto

Se você trabalhou com o Anjo da SABEDORIA durante o mês de julho, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao Anjo da à sua vida para o mês de agosto.

Mensagem de Inspiração

O absoluto saber do coração quando nada parece fazer sentido para a mente. Otimismo é uma expressão de fé em ação. A fé é o sopro de Deus que inspira nossas almas. Não podemos vê-lo, podemos apenas senti-lo quando prestamos atenção. A dúvida espiritual é uma incerteza de que nossa força espiritual estará disponível em tempos de dificuldades, dor e doença. É normal sentir dúvida espiritual. Na verdade, épocas de dúvidas podem levar aos nossos maiores momentos de transformação.

O futuro não pode ser conhecido, assim trazendo com ele um sentimento de incerteza. É pela fé que aprendemos aquilo que está além das nossas mãos; não pelo poder do conhecimento, mas pela contemplação do invisível.

Nossa fé conecta o passado ao futuro e nos dá um tipo de gravidade espiritual. Ela reafirma que Deus está no futuro bem como no presente e no passado. Tudo aquilo que não pode ser conhecido está em Deus e inclui a nós, nossas famílias, nossos amigos e todo nosso bem estar coletivo; ontem, hoje e amanhã e de todos os modos.

A preocupação é uma bandeira tremulando onde a fé espera para entrar. Deixe de lado suas idéias pré concebidas e tenha confiança de que seu coração irá ampará-lo. Não existem experiências acidentais ou estados interiores casuais. As dimensões espirituais da vida são reais, na verdade mais reais do que o que chamamos de vida nesta terra. A fé é o princípio unificante que tece todas as nossas experiências num só tecido.
Que este mês lhe traga um aumento de fé trazendo uma visão revigorada e uma perspectiva renovada.

Calorosamente,
Kathy
www.innerlinks.com
©2008 InnerLinks
Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks



Um ótimo mês.
Abs
Olga Cristina Amato Balian
TAYGETA EDITORA & CONSULTORESINTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL
Tel.: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252

domingo, 9 de agosto de 2009

O PAI nosso de cada dia

pai que acorda cedo
pai que nem consegue dormir
pai que leva na escola
pai que ajuda nos deveres mas não pode ir
pai que dá banho
troca fralda
dá mamadeira
pai que prefere passear
pai que compra bicicleta e até começa a andar
pai que joga futebol
pai que prefere olhar
pai que leva no judô
pai que apanha no ballet
que filma
que fotografa
pai que gosta de conversar
e tem muita história pra contar
pai de telejornal
de novela
de reality show
de game
pai dj
pai gourmet
pai coragem
pai heroi
pai amigo
pai exemplo
pai lembrança
pai...

O PAI nosso de cada dia.

O meu carinhoso abraço a todos os pais.
Uma homenagem especial ao meu que em seus 85 anos tem sido um paizão.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

AQUI e AGORA

Na busca de inspiração para o tema e reflexão do próximo período, eis que chega
Mensagem: Para começar bem o mês de agosto.

Um viajante caminhava pela estrada, quando deu com um pequeno rio que corria tímido por entre as pedras. Continuou andando e seguindo o curso do rio, quando notou que ele ia ganhando volume e se tornando um rio maior. Bem mais adiante, o viajante viu o pequeno rio dividir-se em cachoeiras, num verdadeiro espetáculo de águas. O cenário atraiu o viajante e ele foi descendo pelas pedras, ladeando uma das cachoeiras. Descobriu, então, uma gruta, onde a natureza criara, com paciência, belíssimas formas. Ali, encontrou uma placa. Alguém estivera lá antes dele. Com a lanterna, iluminou as palavras inscritas. Eram versos do poeta e filósofo hindu Tagore, prêmio Nobel de literatura em 1913. Ele dizia: Não foi o martelo que deixou perfeitas estas pedras, mas a água, com sua doçura, sua dança e sua canção. Onde a dureza só faz destruir, a suavidade consegue esculpir. (extraído do livro "O que podemos aprender com os gansos" de Alexandre Rangel, Ed. Original).

A reflexão das palavras do sábio Tagore pode proporcionar muitas lições para todos nós. De modo especial, a maneira como agimos em nossos relacionamentos, na liderança e gestão das organizações. Pensemos nisso. E que o mês de agosto proporcione a todos muitas bênçãos e alegrias, e que ao longo dos dias possamos nos tornar melhores pessoas como as belas esculturas descobertas pelo poeta... assim também nos tornaremos artífices de outras pela maneira como agimos e tratamos as pessoas.
Fraternalmente,
Robson Santarém
2607-9317 * 9143-6883
robson.santarem@animah.com.br / www.animah.com.br

Algumas boas noticias do Robson e Lucia:
· Encerramos a jornada de julho colhendo bons frutos e muito trabalho pela frente!
· De 18 a 21 de agosto acontece o CONARH, acessem
www.conarh.com.br . Estaremos participando no dia 21 como um dos facilitadores do FCP Frameworks for Change Process na Oficina Como conviver com Geração Net: um desafio para todos.
· Estou divulgando a oficina TECENDO O FIO DA VIDA - O encontro com o corpo criativo no dia 22 / 08 com Tereza Milagres e Georgina Martins. Maiores informações no tel. 2569.8041, email
terezamilagres@puc-rio.br.
· Vem aí o III FESTJOGOS! Acessem o site
www.festjogos.com.br .
· Maiores informações sobre o nosso trabalho em nosso site
www.animah.com.br .

quinta-feira, 30 de julho de 2009

ABRE aspas



por Berenice Kuenerz
EVOLUIR É A GRANDE META

O desenvolvimento se dá em um plano horizontal. Você expande e aperfeiçoa suas capacidades no espaço de um nível de consciência que foi alcançado. À medida que o faz, se estabelece com firmeza nesse nível. É importante que isso realmente aconteça.
Mas, é dada a você, nessa vida, a oportunidade de soltar seus limites, abrir suas asas e deixar que sua Pessoa emerja em todo o seu potencial. E isso significa evoluir. Ir de um nível a outro. Transcender um nível de desenvolvimento e ascender a outro. Evoluir significa se mover em um espaço vertical.
A cada nível de desenvolvimento corresponde um nível de consciência e todas as suas capacidades correspondentes. Por isso usamos a expressão níveis de consciência para os níveis de desenvolvimento e evolução.
Quanto mais evoluído ou elevado o nível de consciência maior riqueza e abrangência de suas múltiplas capacidades. Os níveis mais elevados possuem maior capacidade de flexibilidade, de visualizar diferentes perspectivas e de lidar com complexidades de todos os tipos. Possuem mais profundidade. E, a profundidade é um grande desafio de hoje, porque a superficialidade não é mais capaz de lidar com um mundo tão amplo e complexo.
Precisamos não apenas de desenvolvimento, mas de evolução. Precisamos ascender a níveis de consciência mais complexos, porque eles significam maiores e mais amplas capacidades. Evoluir não significa treinar, mas transformar. Após transformar se treina para firmar, estabelecer o que surgiu pela transformação. E, a transformação real vem pela mudança de consciência.
Para haver transformação, ou mudança de nível de consciência, é necessário que haja treinamento de concentração e foco em nossa mente. Uma mente desfocada é desorganizada e confusa, por isso tem grande desperdício de energia, tendo dificuldade em efetuar uma transformação.

Na desorganização existe uma perda de foco. Mas as mesmas forças envolvidas na desorganização são as que são usadas para reorganizar quando é dado a elas um foco. Quando algum foco é reencontrado essas forças se direcionam para ele, ocasionando uma reorganização. Esse foco funciona como um imã atraindo em sua direção as energias físicas e psíquicas que estavam desorganizadas, dando uma ordem a elas. Quando um foco estruturante entra em atividade nosso potencial se revela e atua.
Existem situações que vão pouco a pouco nos desorganizando internamente, ocaionando perda de foco. Aspectos de nossa Pessoa vão se espalhando por todos os lados, perdemos a inteireza e a presença consciente. Nossa mente se torna confusa. Quando isso acontece a desorganização transborda para o exterior, em nossa vida.
Existem muitos níveis de qualidades nos focos. O que vai diferenciá-los é a intenção por trás do foco. Ou a intenção contida no foco. E a qualidade e profundidade de um foco e sua intenção, dependem do nível de consciência em que a Pessoa se encontra em seu desenvolvimento e evolução.
Evoluir é a grande meta. E o espírito está completamente inserido nesse processo. O espírito é a dimensão mais profunda do Ser Humano. Não está necessáriamente ligado a religiosidade. É desse nível que vem a força que impulsiona a mente, que é a dimensão do pensar, a se ampliar e ascender a um novo nível de consciência, produzindo transformação na Pessoa.
O espírito tem uma amplitude infinita. Essa dimensão, em nós, anseia se manifestar, e busca diferentes maneiras defazê-lo. Quando isso acontece, podemos dizer que a vida se torna plena em nós.

Blog Novas Perspectivas – postagem em 27/07/09

Berenice Kuenerz é psicoterapeuta humanista integral. Dirige o Instituto da Pessoa. Dá cursos e workshops visando o desenvolvimento e a evolução integral (corpo-mente-espírito), para pessoas físicas e empresas. Oferece um trabalho mensal: Desenvolvimento Integral, no Instituto, com entrada franca, que inclui ensinamentos, trabalhos corporais e meditação. Produziu o CD "Meditações" e tem o blog
http://novaspercpectivas.com.br .
Para saber mais sobre seus trabalhos, acesse
www.institutodapessoa.com.br
contato: contato@institutodapessoa.com.br ou tel.: 24938066.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Este é um novo texto postado por Berenice. Gosto muito da sua maneira de trazer os assuntos ao cotidiano. A compreensão é fácil e as possibilidades bem nítidas.
O texto "Evoluir é a grande meta" tem uma ligação significativa com o trabalho que realizo no Jogo da Transformação. Com o consentimento da autora, faço aqui alguns paralelos: o grande objetivo da dinâmica (um jogo) é que a pessoa estabeleça um foco (através de um propósito a ser trabalhado), atente para a(s) situação(ões) e seus desdobramentos nos vários níveis (trajetória que se apresenta no tabuleiro), conscientize-se dos recursos, insights ou bloqueios surgidos com suas jogadas, utilize a intuição e o livre arbítrio nos passos que deseja dar, revele valores e atitudes pessoais possíveis ou necessárias, visualize novas possibilidades, tenha oportunidade de prestar serviço no uso do coração e da consciência e, finalmente, estabeleça um compromisso com a sua evolução: uma nova perspectiva.
É apaixonante porque tudo ocorre ao redor de um tabuleiro, de forma lúdica e imensamente profunda.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

QUEM SOU? QUEM ÉS?


Pulou da cama. Atrasado novamente. Movimentos rápidos. Seguiu o script da rotina. Nem mesmo se olhou. O café foi preto, a torrada foi branca, o suco foi ácido e a pressa foi enorme. Saiu, acenou automaticamente, o táxi parou, entrou, indicou o endereço, ouviu buzinas, viu sinal verde, vermelho, amarelo... Chegou. Relatório na mão. Mais um dia de trabalho começando.
...

Música suave ao longe, cheirinho de bolo percebido bem próximo, flores na jarra que a imaginação trouxe, cores e aromas de lugar conhecido. Vozes alegres misturam-se à preguiça. Mesa posta, louça escolhida, toalha bonita, quitutes saborosos... Parou diante do espelho. Gostou do que viu. Um olhar de carinhosa presença. Mais um dia de vida começando.

********************************

Todos temos dois lados habitando em nós. Assim construímos nossa essência e a vivenciamos.

O homem possui no seu inconsciente uma imagem da mulher, uma imagem desse simbolismo coletivo, um arquétipo. A ele, Jung chamou de ANIMA, o lado feminino da alma que suaviza o aspecto masculino, mais agressivo de ser e agir.
Já a mulher traz em si um arquétipo com características masculinas, ANIMUS, que a impulsiona a realizar, obter, sobreviver.

Conhecer esses aspectos pessoais é realizar a experiência interior, olhar pra dentro, sem censura e amarras, identificando a parte que acolhe e aquela que limita a vida que se vive, aceitando e equilibrando cada uma.

A unidade é feita na integração dos opostos e não na fuga de um deles. Sensibilidade, aspirações emocionais, intuição, fragilidade, relacionamentos... podem conviver em harmonia com a força e o poder para lutar e vencer.

Conhecer e compreender o lado materno e paterno das nossas vidas com clareza e sem vitimação nos aproxima da felicidade de resgatar mais profundamente nossas possibilidades e escolhas.
Saber um pouco mais da nossa história, olhar cada etapa, aceitar os limites e as limitações, apreciar as transformações e usar essa compreensão com sabedoria nos torna mais lúcidos e humanos.

Assim, podemos viver melhores e saborosos dias de vida e de trabalho.

Boa semana!
Beijos carinhosos.
Pesquisa/base:
"Autoliderança * Uma jornada espiritual" - Robson Santarém; "Jung e o Tarô * Uma jornada arquetípica" - Sallie Nichols e artigos variados.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Usando a INTUIÇÃO

Eis a parte final desse pequeno estudo.

Nas postagens anteriores ("Em busca do paraíso", 21/06 e "A busca continua", 01/07), trouxemos explicações simples para bem compreender esse assunto que, às vezes, se apresenta num tom místico e aparentemente distante de nós. O Eugenio Mussak traduziu com clareza o processo e como está ao alcance de todos.

Hoje, acrescento o que ele intitulou como "A intuição na prática". Apresentando dados estatísticos, ele cita que 90% dos ganhadores de prêmios Nobel "enfatizam a importância da intuição e da criatividade nas principais descobertas humanas" e de como altos executivos - em torno de 80% - "consideram que a intuição foi importante na formulação de estratégias empresariais bem sucedidas. Desses, 53% afirmam que usam a intuição na mesma proporção que o raciocínio lógico em sua rotina de decisões no mundo dos negócios."

Agora, vem a parte prática que pode ajudar a aumentar nossa intuição:

"antes de mais nada, permita-se escutar o que sua mente tem a lhe dizer e abra esse canal de comunicação; esteja atento a tudo e não menospreze os detalhes; procure manter a serenidade nos momentos de decisão; exercite sua intuição apenas por causas boas e dignas e mantenha saudáveis seu corpo e sua mente.
Como todas as qualidades, a intuição se expande com o desenvolvimento integral do ser humano. E, para tanto, a experiência, a leitura, a serenidade, a bondade e a integridade são ingredientes importantes."

Textos elaborados a partir do capítulo nove, livro "uma coisa de cada vez - atitudes para viver melhor", Eugenio Mussak, Editora Gente.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

em SINTONIA

"Um anjo que está em nós"




Anjo© da Sabedoria para Julho

Mensagem de Inspiração

A sabedoria nasce da experiência, de um coração profundo e da vontade de aprender. Acrescente sua maturidade e seu conhecimento interno para alimentar espiritualmente cada momento criativo.

A sabedoria do inevitável é uma grande professora – começos, finais, a necessidade de comer e de dormir, as árvores perdendo suas folhas, e tudo o que nos faz amadurecer à medida que seguimos pela vida.
Isto me faz lembrar o começo da oração da Serenidade: “Que Deus me dê a serenidade para aceitar aquilo que não posso mudar, a coragem para mudar aquilo que posso e a sabedoria para distinguir uma coisa da outra”.
Esta é a tarefa: saber a diferença. Mas como? Às vezes aquilo que podemos mudar está claramente definido enquanto que outras vezes está encoberto pela emoção. Cultivar um contexto interno para a nossa caminhada significa examinar minuciosamente nossos apegos. A sabedoria vem com a experiência e a maturidade, vem de vivenciar nossos aprendizados e de deixar aquilo que é ser, e ser, e ser.
O acesso à nossa sabedoria vem quando estamos mentalmente presentes, fazendo tudo aquilo que podemos para prestar atenção, utilizando tudo aquilo que aprendemos, trazendo as melhores técnicas que conhecemos, a melhor postura que temos, nosso melhor entendimento e aplicando-os imediatamente. Isto invocará a profunda e luminosa sabedoria de seu coração, alimentando cada momento criativo.

Toda cultura antiga tem um grupo interno de guardiões da sabedoria, que preservam e mantêm as tradições. Estes ensinamentos ocultos estão dentro do fluxo de nossa mente, prontos para revelar e ressaltar nossa compreensão do impulso evolutivo e nos dão segurança, quando chega o tempo de expulsarmos de nossas percepções coletivas, aquilo que é ultrapassado.
Que a Sabedoria dos Antigos liberte suas memórias e ilumine seu caminho para casa.
Calorosamente,
Kathy
©2008 InnerLinks
Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks

Um grande abraço e ótimo mês
Olga Cristina Amato BalianTAYGETA EDITORA & CONSULTORESINTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL Tel: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252Sites:
www.taygeta.com.br ou www.fcpconsultores.com.br

quarta-feira, 1 de julho de 2009

A busca continua



Ainda sobre a INTUIÇÃO (ver postagem de 21/06).

O autor Eugenio Mussak, "uma coisa de cada vez", nos ajuda a entender como usá-la quando nos propõe "olhar pra dentro" e explica sobre o registro inconsciente citado na postagem anterior: "... é nada mais que uma memória que a pessoa desconhece, porque foi criada ao longo do tempo, capaz de permanecer na mente sem ser notada pela consciência..."

Dá pra entender que vamos vivendo e vivenciando situações normais e repetitivas que nos permitem construir um conhecimento tácito.

Ele diz: "A palavra "tácito" deriva do latim tacitus, que significa "oculto", algo que não pode ser visto com facilidade ou percebido pelos sentidos comuns.
Todos nós temos um estoque de cultura tácita, que é tão maior quanto maior for nossa experiência de vida. Não é incomum um professor perceber, logo na primeira aula, quais serão os alunos interessados e quais os que darão mais trabalho. Uma dona de casa também é capaz de intuir qual a medida certa dos ingredientes do bolo sem ter a receita em mãos. E isso vale para empresários, artistas, vendedores, estudantes, pais, mães e filhos - na verdade para qualquer pessoa. Intuir, portanto, é enxergar melhor as coisas que acontecem lá fora, olhando pra dentro."

Que tal? A "magia" habita na vivência diária, na aceitação de cada fato como enriquecedor, na possibilidade de nos conhecermos um pouco mais e mais diante das descobertas, abrindo um sexto sentido e podendo usar o intueri. Apenas isso, mas pra isso...


Continua: "O respeito de pessoas célebres pelo que chamamos de intuição sempre esteve no cardápio da curiosidade humana. O filósofo Platão, por exemplo, distinguia quatro formas de conhecimento: a crença, a opinião, o raciocínio e a intuição. Ele considerava menores a crença e a opinião, pois dizia que ambas faziam parte da ilusão e da aparência. Já o raciocínio, segundo o filósofo, é importante para treinar o pensamento, deixá-lo preparado para atingir a intuição e, dessa maneira, acessar o mundo das ideias, ou a essência que constrói a realidade."

Cita o psiquiatra Carl Gustav Jung, 1921, e sua referência a quatro atividades mentais que, na sua concepção, constroem o ser humano: pensamento, sentimento, sensação e intuição.
"Dizia que esta última precisa necessariamente estar ancorada em experiências anteriores. O psiquiatra explica que, se ficarmos atentos a tudo, aumentamos nossa capacidade de usar a intuição e de decidir acertadamente."

Acalmar a mente, que em situações de ansiedade e estresse "boicotam" nossa atenção às informações e opiniões recebidas, nos ajudará a acessar nossa intuição, "que é um sentido mais fino e sensível".

"Todos os exercícios indicados para quem deseja aumentar seu poder de intuir são, na realidade, exercícios de diminuição da frequência cerebral como o que se obtém por meio da meditação, da contemplação, da ioga, do tai chi. Esse acalmar da mente é que permite a "visão para dentro"."

Continuaremos na próxima postagem. Por agora, vou caminhar e me permitir exercitar o aprendizado. Vou contemplar ao redor. Vou somar experiências.

O meu carinho pra todos os amigos leitores.

domingo, 21 de junho de 2009

EM BUSCA DO PARAÍSO

Olha a sincronicidade!

Ao me conectar com a inspiração e a atual alegria de voltar a acolher e usar a minha intuição (movimento feminino) é claro que as "coincidências" começam a aparecer e o meu pensamento (movimento masculino) pode captar o essencial da razão pra realizar a tão sonhada dança da sabedoria de viver com leveza e espontaneidade.

Quando quero explicar a intuição (será realmente preciso?) me vejo desarrumada, subjetiva e percebo que pouco explicativa.
Aí, encontro o artigo “Siga sua intuição”, escrito pelo Eugenio Mussak, no seu livro “uma coisa de cada vez – atitudes para viver melhor”, Editora Gente.

Lá, com a clareza necessária, ele nos diz:

“... E assim descobrimos que existe algo a mais, uma capacidade desconhecida que está dentro de nós mesmos: nossa própria intuição. Mas o que é verdade e o que é mito a respeito desse tema tão interessante quanto polêmico? Será que podemos desenvolver nossa capacidade de ter intuições confiáveis?
Desde sempre o ser humano questiona sua capacidade de decidir baseado em fatos não explícitos. Mas a grande pergunta é: “Será que existe algo de místico ou sobrenatural na capacidade humana de intuir ou trata-se de um fenômeno que a ciência aceita e explica?”
A palavra intuição deriva do latim intueri, que significa “ver por dentro”, perceber o que está oculto para os outros. Estamos falando de uma capacidade humana de sentir, ou, em outras palavras, de um “sentido”. Sentidos são atributos da natureza que permitem conectar o ser humano ao mundo que o rodeia. Os cinco sentidos clássicos são: a visão, a audição, o olfato, o paladar e o tato. São eles que permitem nossa percepção dos detalhes do mundo e nossa conseqüente interação com ele.
A intuição seria, então, mais um sentido colocado à nossa disposição, pois sua finalidade é exatamente a mesma dos demais: melhorar nossa relação com o mundo e facilitar nossa vida.
A dificuldade que temos de entender a intuição como um sexto sentido é o fato de que ela não apresenta um órgão específico. Para os demais temos os olhos, os ouvidos, o nariz, a boca e a própria pele. Já a intuição não tem um órgão “periférico”, ele usa diretamente a central de processamentos, ou seja, o cérebro.
A maior parte das informações que temos hoje sobre o cérebro foram descobertas nos últimos vinte anos. A neurociência é um dos capítulos da biologia humana que mais avançam na atualidade e, a respeito da intuição, nos diz alguma coisa. Por exemplo, para que a intuição ocorra, pelo menos duas condições são necessárias: a existência de um registro inconsciente derivado de uma experiência anterior e uma freqüência cerebral baixa, ou seja, um cérebro relaxado.”

Há outras colocações maravilhosas pra quem deseja compreender a intuição. Deixarei pra próxima postagem.
Aqui fica uma sugestão: que tal já perceber nos próximos dias como usamos ou podemos usar nossa intuição na melhor relação com a vida ?

Boa semana!
Bjs no coração.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Oh!

MUSA DE MIM

Sinto que não há do que reclamar. Acordei em perfeito estado de presença interna, o céu aparece num azul sugestivo, as notícias que chegam são perfeitamente vivenciáveis, tenho boas novidades que logo, logo poderei compartilhar... Aí reflito com o Anjo inspirador do mês e fica a pergunta que tem me mobilizado nos últimos dias: por que a sensação da falta de inspiração?

Começo a enumerar possíveis realidades. Justifico o acúmulo de afazeres externos, mas no momento necessários, a roda viva de itens e horários, o tempo escapando entre as opções escolhidas, um roteiro em que me esqueço de colocar em muitos instantes o glamour, aquele que tanto considero importante pra dar uma pitada diferente e sensual ao dia a dia.

Tomo então uma decisão: vou cuidar de mim de uma maneira diferente. Vou alimentar a minha real energia. Vou dar um descanso pra minha mente que usa e abusa da minha essência. Vou me deixar sonhar e permitir a transformação desse sonho em algo real. Porque se deixar, a mente funciona repleta de motivos para que eu diga SIM, tome a decisão planejada e lá vou eu pensando, pensando, concordando... até que, revendo a situação, surgem novos e significativos motivos pra que eu NÃO faça o que imaginei. Há censura, medo e culpa envolvidos na tomada de decisão. E, incrivelmente, são depósitos antigos armazenados em porões escuros e úmidos de lágrimas, cuja procedência já nem me lembro mais. Esse processo repetitivo traz um aprisionamento desconcertante que acaba com qualquer ato criativo e feliz. E, hoje, percebo ser um processo enlouquecedor!

Posso escolher sair por aí fazendo coisas estranhamente diferentes do que tenho feito ou sido. Será divertido, porém andarei radicalmente do lado oposto da minha essência e, provavelmente, sentirei um desconforto de quem pisa no molhado e perde o equilíbrio quando, na verdade, quero sentir a sensação dos pés descalços e a delícia da água a massagear minha pele e minhas emoções.

Posso escolher a liberdade da permissão de aventurar-me por uma nova direção logo após ter acolhido a ação dos inevitáveis pensamentos, ter respirado na rápida e sábia escolha da preservação necessária e ter me entregue à receptiva sensação prazerosa que sem explicação posso viver.

Posso, sim, seguir a sabedoria da minha alma feminina, suave, serena, atenta, receptiva, acolhedora... Posso usar a minha INTUIÇÃO. Se posso, devo. Devo preservar a sofisticada motivação e inspiração instintiva de ser a musa da minha vida. E assim, deixar os fantasmas se perderem no abandono da sua fragilidade ao serem iluminados pela força do feminino em mim. E cá pra nós, com luz só mesmo “Pluft, o fantasminha”, daquela linda história escrita por Maria Clara Machado. Aquele fantasminha que tinha medo de gente e que pra minha alegria, um dia, pude vivê-lo num palco real diante de encantados olhos infantis.

Então, eu posso! Feliz inspiração de um anjo em mim!
Este texto foi escrito com uma rapidez que me encantou. Convido você a também se maravilhar com sua fonte criativa. Se quiser, envie pra mim através do comentário. Terei imenso prazer nessa leitura e até em sua postagem, se me permitir.
Beijos carinhosos.
Clarisse Maria

segunda-feira, 8 de junho de 2009

em SINTONIA

"Um anjo que está em nós."



Anjo© da Inspiração para Junho


Se você trabalhou com o Anjo do DESPERTAR durante o mês de maio, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao Anjo da INSPIRAÇÃO à sua vida para o mês de junho.

Mensagem de Inspiração
Crie espaço em sua vida para alertas intuitivos. Ultrapasse o ruído diário e conecte-se à fonte que alimenta a vida.
A clareza da inspiração é, frequentemente, fugaz, porém luminosa. Ela ilumina nosso caminho sagrado. Vem por entre nossos pensamentos passageiros e aparece nos momentos mais inesperados, quando estamos escovando os dentes, ou dirigindo para casa num caminho familiar. Nossa alma fala conosco em pequenos micro-momentos, quando nossas mentes estão suficientemente livres para ouvir.
A inspiração é uma capacidade de agregar fatos, experiências, aprendizados e todo tipo de compreensão, e considerá-los em conjunto – simultânea e instantaneamente formando uma nova imagem (percepção) ou caminho à frente.
Ela toma das marcas energéticas que já existem em nós e as rearranja num significado mais profundo daquilo que está acontecendo. Isto nos informa sobre o que é importante para a cura e para resolver os problemas em curso, e nos aponta novas direções. Começamos a caminhar pela vida de modo diferente, aprendendo a discernir os avisos proveitosos advindos de necessidades aleatórias, mapeando as sincronicidades e fluindo mais espiritualmente.
Como seria se Você acordasse agora e descobrisse que sua realidade atual é apenas um casulo para que seu espírito se familiarize com a vida no plano terrestre?
Então, olhando mais a fundo, Você perceberia que está aqui para atrair a força de vida superior e a inspiração que despertam a alma e fazem com que permaneça consciente.
Esperamos que os Anjos continuem a inspirar sua vida.

Warmly,

Kathy – www.innerlinks.com
©1981-2009 InnerLinks Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks.

Um ótimo mês a tod@s.
Abs
Olga Cristina Amato Balian

TAYGETA EDITORA & CONSULTORESINTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL Tel: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252Sites: www.taygeta.com.br ou www.fcpconsultores.com.br

segunda-feira, 25 de maio de 2009

AQUI e AGORA



Li e gostei. Trago pra vocês com os créditos ao autor.


Êxito

Tão complicado quanto definir o caminho que queremos trilhar nesta vida é sabermos qualificar o momento do êxito. As duas situações são absolutamente singulares e dependem de quem as vive. Não se trata de fugir à responsabilidade de se tentar definir uma coisa e outra. Trata-se de coerência quanto ao real significado e ao efetivo sentimento do que é vida terrena quando estamos no estágio "exitoso".

Podemos adquirir sucesso, mas isso não significa que tenhamos tido êxito. Portanto, tudo está inter-relacionado a algo chamado valores, nos quais creio e, portanto, aplico.

O significado de êxito é atingir um bom resultado, um bom efeito, mas poderíamos também afirmar que uma pessoa teve êxito quando consegue fazer um estrago enorme em uma tarefa. Portanto, o êxito tanto pode ter sentido positivo quanto negativo.

A qualidade de vida também não se define, porque ela é singular e individual. Criar um paralelo entre êxito e vida é perfeitamente possível, porque ambos dependem de nós e exclusivamente da forma como decidimos realizar nossos projetos.

Sim, a vida é um projeto. Só que você não sabe. E as religiões o querem cada vez mais ignorante para que você continue dependendo delas e assim comprando a sua fé. O dia em que alguém conseguir me convencer de que freqüentar uma igreja é sinônimo -ou possibilidade- de êxito e que eu não precise fazer a minha parte, estando dispensado de lutar, eu me "associo" a uma igreja.

Voltando ao projeto, o seu, o meu, em uma vida é o que muitos chamam de destino, mas que pode sofrer variáveis enormes, porque temos o Livre-Arbítrio de optarmos por isso ou por aquilo. Uma pequena decisão -aceitar um sim quando efetivamente queremos dizer não-, muda toda a nossa colheita e até mesmo a nossa saúde. Tudo o que pretendemos que venha a ter êxito depende de nossos esforços e de nossos valores. Somos o que cremos ser. Portanto, é uma tarefa singular tentarmos dar sentido genérico à palavra êxito, pois é tão difícil quando tentamos dar valores para a vida de cada ser humano. Cada um tem a sua forma e o seu valor.

Assim, êxito e sucesso não são sinônimos... Posso ter sucesso e não obter êxito porque o primeiro é sensação de um estágio, de um projeto, ou de uma vida.
É complexo tudo isso, eu sei, mas o mais importante é que nós possamos interpretar corretamente o fato de que tanto a nossa vida como o nosso êxito, dependem exclusivamente de nós.

Sempre a decisão é nossa, desta forma, sempre o êxito é nosso. Não adianta responsabilizar terceiros por não termos conseguido. Na maioria das vezes faltou aplicação, decisão, vontade e determinação.

Sei que nos veremos.
Beijo na alma

Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site Somos Todos Um, autor do livro: O Despertar da Consciência da Editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.

domingo, 17 de maio de 2009

ABRE aspas

por Berenice Kuenerz

VOCÊ SENTE E VÊ O QUE PENSA

Quando Lin havia ensinado sobre como duas pessoas podem olhar a mesma coisa e vê-las diferentes por causa de sua maneira de pensar, Cheng achara razoável, mas quando afirmou que nossa felicidade dependia de nossos pensamentos, achou que o mestre definitivamente estava exagerando.
Como poderia a felicidade não ser definida pelos fatos e sim pela maneira como os percebemos, interpretamos e interagimos com eles?
Durante todo o outono Mestre Lin havia falado sobre o pensamento, explicando que a chegada do inverno deveria nos encontrar com o foco de nossas mentes voltado para dentro. Dissera que o inverno é o tempo especialmente favorável à reflexão, contemplação e meditação. E durante o outono, nos preparamos pouco a pouco, como alguém que desejando uma boa noite de sono, executa alguns preparativos indispensáveis, como um bom banho quente, uma gostosa xícara de chá, uma música suave, uma luz delicada e uma respiração calma.
Naquela tarde de outono, após aquietar nossa mente com um ambiente inspirador e uma respiração adequada, dissera:
“Através de nossa mente conhecemos a realidade. Quanto mais clara a mente, melhores e mais amplas perspectivas da realidade teremos.
A clareza de nossa mente define a maior ou menor capacidade de lidar com a diversidade do mundo. É a qualidade de nossos pensamentos que dão a medida da clareza de nossa mente e define nosso estado interior.”
“Uma grande prática é testemunhar os próprios pensamentos. Poderemos descobrir sobre nós mesmos nos distanciando e abrindo um espaço entre nosso Eu e nosso pensamento, e, assim, observar os movimentos da própria mente. A mente possui a capacidade de observar a si mesma.”
“Através dessa observação, percebemos que o maior problema é o encadeamento dos pensamentos. Um pensamento leva a outro, e mais outro, e mais outro, e rapidamente criam-se imagens, emoções, e memórias saem das gavetas da mente. Em segundos, toda uma realidade é construída apenas com pensamentos. Ela facilmente nos toma e direciona nossas ações.”
“Esse exercício irá nos familiarizar com o surgimento dos pensamentos e nos acostumar a reconhecer seus diferentes tipos, efeitos e ainda, que situações ou Pessoas os detonam em nós. Depois de algum tempo teremos um razoável e útil conhecimento sobre nossa própria mente.”
“Freqüentemente dizemos que queremos mudar, mas a mudança só é efetiva quando nosso pensamento muda. Muitas vezes, com a mudança de nosso pensamento experimentamos grande alivio, e só então nos damos conta de como estávamos aprisionados por nossa própria maneira de pensar.
Temos tanto apego a nossos pensamentos e os levamos tão a sério, que abrir mão deles, ou de alguns deles, parece ser como abrir mão de uma parte nossa.”
“Quando relaxamos nosso corpo, nossa mente também relaxa. A mente acompanha a soltura do corpo e solta os pensamentos. O encadeamento dos pensamentos se interrompe, e experimentamos prazer e sensação de liberdade porque se faz mais espaço dentro de nós.”
“É isso o que acontece no outono. As arvores soltam as folhas. Todos os excessos são deixados. Os espaços se fazem para o vazio do inverno. O vazio é a possibilidade do surgimento do novo e da renovação.”
“Quando praticamos a observação dos pensamentos, podemos limpar os excessos que perpetuam percepções e idéias ineficientes, limitando nossa liberdade. Abrimos espaço para a renovação. Deixamos o outono acontecer em nós.
Quando nos permitimos viver momentos de liberdade de pensamentos, podemos chamar a isso de meditação. É quando o inverno acontece em nós. Nesses momentos, os pensamentos flutuam e se desmancham como as nuvens no céu. E, em alguns momentos, como acontece num céu sem nuvens, desaparecem.”
“Os estados, sejam positivos ou negativos, não entram dentro de você. Eles se formam e se desmancham dentro de você. É fundamental, para a sua felicidade, que entenda sobre como acontece essa formação e essa dissolução. E para isso, observe seus pensamentos e aprenda sobre sua mente. Você ficará fascinado pelo grande poder que existe dentro de você.”

Nessa tarde, Lin não abriu espaço para perguntas. Como já havia dito em outra ocasião: “O silêncio responde muitas perguntas”.
E, em silêncio saiu.

Berenice Kuenerz é psicoterapeuta humanista integral. Dirige o Instituto da Pessoa. Dá cursos e workshops visando o desenvolvimento e a evolução integral (corpo-mente-espírito), para pessoas físicas e empresas. Oferece um trabalho mensal: Desenvolvimento Integral, no Instituto, com entrada franca, que inclui ensinamentos, trabalhos corporais e meditação. Produziu o CD "Meditações" e tem o blog
http://www.novasperspectivas.com.br .
Para saber mais sobre seus trabalhos, acesse
www.institutodapessoa.com.br .
Contato: contato@institutodapessoa.com.br ou tel.: 24938066.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Qual é a sua?

GERAÇÕES ESTELARES

Por: José Antonio Iniesta y Jesús Callejo

Sempre existiram Pessoas Índigo, Pessoas Cristal ... todos os tipos de Filhos Estelares. Não obstante, o fenômeno que agora se produz e que faz que isto se faça notório, é uma "Avalanche Gradual" de Nascimentos Estelares. Isto é um Plano em cinco etapas ou Gerações bem diferenciadas, a partir de 1941, quando se iniciou a "Era Moderna da Presença Extraterrestre na Terra". Trata-se de "ondas" de Nascimentos Estelares que se sucedem a cada quinze anos, que são:

A GERAÇÃO ÍNDIGO (1941 - 1962): Iniciou-se a partir de 24 de Junho de 1947, mas existem aqueles que nasceram antes também. É uma avalanche de "Meninos(as) Índigos", famosos por iniciar a "Revolução das Flores". São os Trabalhadores da Luz. Atualmente os principais expoentes da "New Age" pertencem a esta Geração.
A GERAÇÃO PRATEADA (1962 - 1977): Iniciou-se a partir de 04 de Fevereiro de 1962, mas existem aqueles que nasceram um ou dois anos antes também. Como os Trabalhadores da Luz iam ser - inevitavelmente - atacados pelos Serventes da Escuridão, os Prateados chegaram em massa como Guerreiros da Luz. Vieram com a missão de denunciar os opressores, defender os oprimidos e lutar por uma causa nobre. Famosos por sua luta frontal contra o sistema, uma vez que o mesmo destruiu o Movimento Hippie e outras oportunidades de liberação. Atualmente muitos militam em diversos cargos em várias ONG ´s, onde prestam seus serviços. Muitos Trabalhadores Índigos também mudaram para a Vibração Prateada durante este período.
A GERAÇÃO DOURADA (1977 - 1992): Assim como se necessitaram Guerreiros, também seriam necessários Sábios para moderar a luta, buscar o consenso e evitar injustiças entre os Filhos da Luz. Poderia chamar a estes os Guardiões da Luz. Sua função é informar para levar a compreensão de muitas coisas. Nascidos principalmente a partir de 1977 (apesar de que existem os nascidos em 1975 e 1976). Muito inteligentes e criativos, são famosos por realizar toda classe de síntese entre as coisas aparentemente contrapostas (como nas gerações precedentes, suas características próprias se observam marcadamente nas experiências musicais que se realizam). Neste período muito dos Guerreiros Prateados mudaram a Sábios Dourados.
A GERAÇÃO CRISTAL (1992 - 2007): Nascidos na imensa avalanche a partir de 1992. Serão os Líderes da Grande Revolução, prévia a 2012. Famosos por serem independentes, não manipuláveis e expertos analistas. (São capazes de descobrir e assinalar os problemas de seus pais ou professores e também como dar a solução adequada). Têm a grande vantagem de terem nascido sem as travas das gerações precedentes, assim em sua pouca idade, serão capazes de estimular e organizar as Forças da Luz Encarnadas, nos diferentes âmbitos, com destino à Vitória Final. Nesta época todos os Filhos Estelares estarão mudando velozmente, e não poucos deles estarão alcançando a Vibração Cristal.
A GERAÇÃO DIAMANTE (2007....):Apesar de existirem alguns casos de Meninos(as) Diamantes, a encarnação massiva destes seres deveria ocorrer a partir de 2007. É uma Geração de Avatares. Serão os Lideres Ocultos dos futuros Lideres. Seres que NASCEM livres, com suas faculdades plenamente desenvolvidas, pequenos deuses telepatas em corpos de crianças, com um profundo e sábio olhar. De 2007 em diante também muitos alcançarão a Condição Diamante.

Queremos enfatizar o fato de que todos os Filhos(as) Estelares, nascidos no primeiro período serão necessariamente Índigo, todos do segundo serão Prateados, etc. Existem de todas as categorias em todas as épocas, inclusive muito anterior a 1947. Sempre existiram. A diferença é que se produz um aumento importante das categorias mencionadas em seus períodos correspondentes, como parte de um Plano gradual de passo de uma Era a outra.
Extraído do Livro: "Testigos del prodigio"

Colaboração de Simone Buissa
* Terapeuta Holística
* Coach Talentos, Competência, Relacionamentos e Comunicação
* Facilitadora Credenciada pela InnerLinks Associates do “JOGO DA TRANSFORMAÇÃO ®” - Versão Avançada
* Consultora Credenciada pela InnerLinks Associates do “FCP-FRAMEWORKS COACHING PROCESS
Tel. (21) 8144.1571

sexta-feira, 8 de maio de 2009

É pra dizer que te amo!

Feliz dia das mães!!!


Olha, nem precisa ser biológica. Importante ser no coração!

Parabéns por mais este dia!

em SINTONIA

"Um anjo que está em nós."




Anjo© do DESPERTAR para maio.


Se você trabalhou com o Anjo da SÍNTESE durante o mês de abril, dê-se alguns minutos para deixá-lo ir com gratidão, antes de dar as boas vindas ao

Anjo do DESPERTAR

à sua vida para o mês de maio.

Mensagem de Inspiração
Deixe que o sol ilumine suas partes entorpecidas, dormentes ou esquecidas. Tire o sono dos olhos e dê as boas vindas ao novo amanhecer.

Grande parte de nossa identidade foi esculpida por nossos pais, professores, amigos e por como queremos que os outros nos vejam. Temos carregado isto como o ponto de referência de quem somos; a pessoa pela qual nos tomamos – preocupada com suas metas, medos, desejos e problemas.

Abaixo da superfície há um EU profundo, vasto e autêntico, mas geralmente sua presença está encoberta pelo ruído do “EU” menor com suas necessidades e exigências. Essa confusão entre o Eu menor e o Eu maior é a ilusão central da condição humana, e a penetração dessa miragem é o despertar.

Antes que possamos reconhecer as realidades maiores, que são mais extensas e multidimensionais, precisamos aprender como manejar nossa energia e sermos responsáveis por nossos pensamentos e emoções. Ouvindo e agindo com base no que sentimos ser intuição, podemos corrigir e refinar nosso alinhamento com os impulsos instintivos de nossa alma.
Para sermos bem sucedidos na criação de um novo mundo paradigma em meio ao caos planetário atual, precisamos descobrir uma abordagem mais cheia de luz e mais inclusiva da vida do dia-a-dia. Ao invés de reforçar o falso Eu, aprenda a estar com a mente acordada que se esconde internamente. Permita que as memórias dormentes lá no fundo se mexam com intenção de curar um obstáculo chave ao seu despertar. Peça uma abertura energética para lembrar seu verdadeiro Eu com tanta certeza que nunca mais o esqueça.

Esperamos que os Anjos continuem a inspirar sua vida. Que você lembre da sua origem e dê as boas vindas ao novo amanhecer.
Calorosamente
Kathy

Deixe que os resquícios de desvalorização se evaporem. Caminhe adiante e abrace a vida como ela se apresenta para você. Pratique a arte da inclusão e da permissão.
©2007 InnerLinks Angel® Cards is a registered trademark of InnerLinks

Um ótimo mês
Abs
Olga Cristina Amato

EDITORA & CONSULTORESINTERNATIONAL SUBSIDIARIES INNERLKINKS BRAZIL

Tel.: 11 – 5572-9477 ou Fax: 11 – 5539-5252

Sites: www.taygeta.com.br ou www.fcpconsultores.com.br